Pesquisar

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Você conhece a Bíblia? - Rute



Rute é o 8º Livro da Bíblia e o 3º Livro Histórico.
O livro de Rute possui 4 capítulos divididos em 85 versículos, dos quais 15, 18% do livro, são tipologicamente preditivos em relação a Cristo e a Igreja. 

É chamado de "O Romance da Redenção". 

A Bíblia Hebraica inclui o livro na terceira parte do cânon, no grupo dos Escritos (Ketubim), entre Provérbios e Cântico dos Cânticos. Na versão grega, Rute vem depois de Juízes.


Pode ter sido parte integrante do livro de Juízes. Ao tempo do Novo Testamento era incluído em um rolo separado com outros quatro livros que eram lidos durante as festas religiosas de Israel. Esses livros eram conhecidos como os Cinco Megilloth (rolos) e organizados para leitura nas festas de Israel na seguinte ordem: Cantares de Salomão, Rute, Lamentações, Eclesiastes e Ester. Rute era lido na Festa das Semanas (Pentecostes) porque boa parte de sua narrativa se situa no tempo da colheita.

Autor e Data
Os episódios relatados nos livro de Rute se passam durante o período de Juízes, sendo parte daqueles eventos que ocorrem entre a morte de Josué e a ascensão da influência de Samuel (provavelmente 1150 e 1100 a.C). A tradição rabínica assegura que Samuel escreveu o livro na segunda metade do séc. XI a.C. É razoável supor que Samuel, que testemunhou o declínio do reinado de Saul e foi divinamente instruído para ungir Davi como escolhido de Deus para o trono, tivesse redigido o livro.

Uma história tão comovente como essa certamente já teria sido passada adiante oralmente entre o povo de Israel, e a genealogia que a conclui indicaria uma conexão com os patriarcas, oferecendo assim uma resposta a todos aqueles que, em Israel, indagassem pelo passado familiar do seu rei.

Algo de Rute
Rute, moabita, casou-se com um israelita, filha de Noemi, e ficou viúva. Com a sogra, foi para Belém. Boaz, parente do marido de Noemi, a resgatou e casou-se com ela. Rute dá a luz à Obede, avô de Davi.

Boaz representa uma da figura que antecipa a obra redentora de Jesus. A função de “parente remidor” cumprida nas ações que promoveram a restauração pessoal de Rute, dá testemunho eloqüente a respeito disso. As ações de Boaz efetuam a participação de Rute nas bênçãos de Israel e a incluem na linhagem familiar do Messias (Ef 2.19). Eis aqui o Mestre, antecipando em muitos séculos a sua graça redentora. Como nosso “parente chegado”, ele se torna carne—vindo como um ser humano (Jo 1.14; Fp 2.5-8)

Boaz procede de Belém, e busca uma noiva gentia, assim como o Messias. Assim o relacionamento entre Boaz e Rute é considerada profético, profetizando o amor de Jesus e sua Noiva.

Interessante é ver como Noemi culpa o Senhor pelos seus problemas, já que diz que a mão do SENHOR estava contra ela (Rt 1:13,20-21). Depois dos eventos catastróficos em sua vida, ela achou que seus problemas eram que Deus a estava punindo. A fome com certeza era causada pela idolatria de Israel, pois Deus disse que isso aconteceria se fossem infiéis. Provavelmente Elimeleque foi para Moabe por decisão própria.
Apesar de não serem alheios à onisciência de Deus, tais aconteceimentos não são julgamentos divinos diretos, mas , seus resultados foram direcionados pelo Deus Vivo.
Noemi estava vulnerável à uma prática muito comum: culpar ou atribuir à Deus aquelas coisas que roubam, matam e destroem seu povo e sobre as quais os homens não tem controle.

Rute mostra a soberania de Deus, a Sua graça e o Seu poder soberanos.

Fontes:
- minha cabeça;
- Bíblia de Estudo Profética;
- Bíblia de Estudo Plenitude;
- Bíblia de Estudo Almeida.