Pesquisar

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Resultados da 39º AGO CGADB




Cerca de 50% dos membros da Convenção Geral das Assembléias de Deus do Brasil (CGADB), ou seja, 17 mil ministros (pastores e evangelistas) se inscreveram para o maior concílio da história da denominação cristã. O grande interesse foi motivado pela eleição da nova mesa diretora, disputada entre o presidente reeleito, pastor José Wellington Bezerra da Costa, líder do maior ministério da denominação – o Belenzinho, na capital Paulista, e pastor Samuel Câmara, líder da AD em Belém do Pará, onde a igreja começou, há quase 100 anos, em junho de 1911.


As reuniões que também discutiu divórcio e evangelização, foi realizada no Centro de Convenções em Serra, município da Grande Vitória, no Espírito Santo, de 20 a 24 de abril. A eleição ocorreu durante o dia 23. Foram instaladas 180 urnas eletrônicas adaptadas para os 18 cargos – votados em duas urnas. As urnas fornecidas pelo TRE-ES, que também manteve técnicos para acompanhar o pleito.

A Convenção Geral montou uma mega estrutura para receber seus membros, esposas, que tiveram programação paralela, sua editora, mídia, refeitório, 100 guichês de cadastramento (as inscrições foram concluídas três meses antes do início do Concílio), de demais dependências.
Dos 17.218 inscritos e aptos, 4.339 não votaram. Além de a eleição constituir-se em um fato inédito, por sua grandeza e uso de urnas eletrônicas, não houve nenhum problema quanto ao uso das urnas. Segundo Alfredo Andrade, chefe da Seção de Voto Informatizado do TRE-ES, somente uma urna apresentou problema, em função da falta de energia. Porém a falha da bateria não influenciou em nada o andamento do sistema.

Resultado da eleição:

Presidente

Pastor José Wellington Bezerra da Costa, 6.719 votos (reeleito);
Pastor Samuel Câmara, 5.963.

Vices (um de cada região do país)

1º vice – Silas Malafaia (RJ), 5.843 (eleito);

Oscar Domingos Moura, 5.539;Temóteo Ramos de Oliveira, 825.

2º vice – Ubiratan Batista Job (RS), 6.056 (eleito);

Ival Teodoro, 5.643.

3º vice – Sebastião Rodrigues de Souza (MT), 6.212 (eleito);

Sóstenes Apolo, 5.529.


4º vice – Gilberto Marques de Souza (PA), 6.263 (eleito);

Pedro Lima, 5.594.

5º vice – José Neco dos Santos (AL), 6.315 (eleito);

José Coutinho Guimarães, 5.420.

Secretários (um de cada região do país)

1º secretário – Isaías Coimbra (RJ), 6.442 (eleito);

Moisés Silvestre, 5.691.


2º secretário – Arcelino Brito de Melo (SC), 6.391 (eleito);

Nilton dos Santos, 5.668.

3º secretário – Antonio Dionízio da Silva (MS), 6.502 (eleito);

Domingos Junior, 5.525.

4º secretário – Isamar Ramalho (RR), 6.373 (eleito);

Sebastião Fernandes, 5.590.

5º secretário – Roberto José dos Santos (PE), 6.313 (eleito);

Valdomiro Pereira, 5.622.

Tesoureiros

1º tesoureiro – Antônio Silva Santana (SP), 6.026 (eleito);

Jonas Francisco de Paula, 5.434.

2º tesoureiro – Josias de Almeida Silva (SP), 6.027 (eleito);

Ivan Pereira Bastos, 5.629.

Conselho Fiscal

Joel Holder (RO), 6.410;

Israel Alves Ferreira, 6.341;

Perci Fontouro, 6.338;

Rinaldo Alves dos Santos, 6.337;

João Carlos Padilha de Siqueira, 5.914 (eleitos).

Samuel Lima dos Santos, 5.559;

Antônio José Azevedo Pereira, 5.467;

Jesus Vieira Vilandi, 5.402;

Moisés de Melo, 5.379;

Álvaro Além Santos, 5.220;

Samuel Rodrigues, 376;

Admar Vargas de Oliveira, 282.

Fonte: Gospel+