Carregando...

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Conselhos para os Namorados

Hoje é 12 de Junho, Dia dos Namorados, e o Ministério César Aquino Bezerra traz pra você alguns conselhos que o livro de Cantares de Salomão (recentemente postado) dá para casais de namorados e cônjuges.


Conselho para casais de namorados
Usar o namoro proveitosamente minimiza as dificuldades no casamento. Muitos casais entram no matrimônio despreparados para lidar com as coisas que eles enfrentarão. Embora curto e indireto, o conselho dado por Salomão e pela sulamita deveria ser observado cuidadosamente por aqueles que estão se preparando para o casamento.

1.7 Dize-me, ó tu, a quem ama a minha alma: Onde apascentas o teu rebanho, onde o fazes descansar ao meio-dia; pois por que razão seria eu como a que anda errante junto aos rebanhos de teus companheiros?"
Compreenda que é da maior importância que nós aprendamos a conhecer e aceitar o nosso futuro cônjuge como ele é. Aceite como sendo um pensamento errado qualquer plano secreto para mudar aquela pessoa.
--- Não é errado orar para que o Senhor venha a mudar os defeitos do outro. O erro é você não aceitar o outro como ele é. Ele/a é mentiroso: é claro que posso e devo orar para Deus mudá-lo (a). Ele/a não gosta de peixe: você vive querendo que ele/a coma peixe, mesmo sabendo que para ele/a é um alimento intragável. Você gosta do Diante do Trono, ele/a do Oficina G3: vai ter que aceitar, ou achar outro que goste do mesmo que você.

1.8 "Se tu não o sabes, ó mais formosa entre as mulheres, sai-te pelas pisadas do rebanho, e apascenta as tuas cabras junto às moradas dos pastores.''
Saiba que é melhor não levar adiante planos de casamento do querer casar com alguém que você não consegue aceitar do jeito que é.
--- Não aceita de jeito nenhum ela não comer frango? E como você quer casar com ela, se você ama frango e vive querendo a fazer comer?

2.14-15 "Pomba minha, que andas pelas fendas das penhas, no oculto das ladeiras, mostra-me a tua face, faze-me ouvir a tua voz, porque a tua voz é doce, e a tua face graciosa. Apanhai-nos as raposas, as raposinhas, que fazem mal às vinhas, porque as nossas vinhas estão em flor"
Dediquem tempo para identificar e resolver possíveis problemas no seu casamento. Encare-os com honestidade e franqueza.
--- A velha história da comunicação. Conversem e se entendam. Se conheçam.

8.6-7 "As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam. Temos uma irmã pequena, que ainda não tem seios; que faremos a esta nossa irmã, no dia em que dela se falar?"
Determinem-se a edificar no casamento um compromisso vigoroso, inquebrável, de um para com o outro.
--- Já ouviu falar em divórcio? Pois se esqueça dele. Procure ser fiel, compreensivo, e amar o seu cônjuge. Seu compromisso deve ser para sempre. Não seja como as celebridades que se casam, passam 1 ano e se divorciam, e recomeçam o ciclo.

Princípios para um casamento duradouro
Um casamento bem-sucedido é resultado de hábitos disciplinados que têm sido provados através dos séculos por um incontável número de casais cujo amor e compromisso foram fortalecidos e ficaram mais apaixonados. Quando hoje em dia o ambiente cultural guerreia contra o casamento cristão - procurando redefinir, diluir e iludir o nosso entendimento sobre essa instituição divina - é essencial recuperar estes princípios dinâmicos. Naturalmente, o primeiro lugar para onde se deve olhar é a Palavra de Deus. E há lugar mais apropriado do que o cântico de amor de Deus?

4.1-7 "Eis que és formosa, meu amor, eis que és formosa; os teus olhos são como os das pombas entre as tuas tranças; o teu cabelo é como o rebanho de cabras que pastam no monte de Gileade... Tu és toda formosa, meu amor, e em ti não há mancha".
Cônjuges, aprendam a arte perdida do amor verbal. Aprendam a dizer palavras de amor que acariciam a alma do seu/sua companheiro/a.
--- Declare todo o seu amor pelo seu companheiro/a. Diga o quanto você o/ama diga que ele/ela é lindo/a. Seja romântico.

5.1 "Já entrei no meu jardim, minha irmã, minha esposa; colhi a minha mirra com a minha especiaria, comi o meu favo com o meu mel, bebi o meu vinho com o meu leite; comei, amigos, bebei abundantemente, ó amados."
Entenda e creia que o Senhor continua a ver o relacionamento sexual dentro da santidade do casamento como 'muito bom' e o abençoa.
--- Dentro do casamento! O sexo não é pecado, e não é pecado sentir desejos pelo seu cônjuge. O sexo foi feito para dentro do casamento. O que Deus condena é a prostituição e a fornicação. Dentro do casamento é muito bom e, da vontade de Deus que ambos se satisfaçam e se amem.

6.4-9 "Para onde foi o teu amado, ó mais formosa entre as mulheres? Para onde se retirou o teu amado, para que o busquemos contigo? O meu amado desceu ao seu jardim, aos canteiros de bálsamo, para apascentar nos jardins e para colher os lírios. Eu sou do meu amado, e o meu amado é meu; ele apascenta entre os lírios. Formosa és, meu amor, como Tirza, aprazível como Jerusalém, terrível como um exército com bandeiras"
Exalte, no casamento, as virtudes do seu cônjuge acima das virtudes dos outros.
--- Você diz que o vizinho é mais bonito que seu marido? Ou que a secretária é mais inteligente que sua esposa? Não façam isso: valorize seu cônjuge. Não deve existir ninguém mais virtuoso e cheio de bons adjetivos do que ele. Se você só elogia os outros, e se esquece de elogiar o/a seu companheiro/a: cuidado, não esqueça dos ciúmes do seu cônjuge. Elogie o seu amor.

7.10-13 "Eu sou do meu amado, e ele me tem afeição. Vem, ó amado meu, saiamos ao campo, passemos as noites nas aldeias. Levantemo-nos de manhã para ir às vinhas, vejamos se florescem as vides, se se aparecem as tenras uvas, se já brotam as romãzeiras; ali te darei os meus amores. As mandrágoras exalam o seu perfume, e às nossas portas há todo o gênero de excelentes frutos, novos e velhos; ó amado meu, eu os guardei para ti."
Reserve momentos regulares, periódicos, com seu cônjuge para revigorar e renovar o romance em seu casamento.
--- Parece que depois do casamento, alguns casais se esquecem de como é bom namorar, andar de mãos dadas com o seu amor, presentearem, etc. Se antes do casamento você andava de mãos dadas com ela e iam tomar sorvete juntos, porque é que agora nesse nível maior de intimidade que vocês estão, não podem mais fazer isso?

Fontes:
- Bíblia de Estudo Plenitude.
- Bíblia Online.
- Ministério César Aquino Bezerra.

2 comentários:

classefrutosagrado disse...

É difícil encontrar conselhos genuinamente cristãos para casais de namorados na internet.

Vou me casar em dezembro, gostei muito dos conselhos.

vou imprimir o post e levar pra minha noiva ler também.


Abraço

www.classefrutosagrado.wordpress.com

César Aquino Bezerra disse...

Obrigado pela visita e pelo comentário!

Eu sei como é difícil encontrar conselhos bons, e nada melhor que conselhos da Bíblia.

Eu também vou me casar esse ano....Parabéns pra nós!

Postar um comentário

Regras:
Não ofenda, ameace ou xingue ninguém.
Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário.
Por favor, evite CAIXA ALTA, miguxês ou erros de ortografia.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.

Agradeço a todos que comentam! Muito obrigado, o Ministério César Aquino Bezerra é feito com você!

Siga-me no Twitter e
Curta o Ministério no Facebook