Pesquisar

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Feliz 2010!

É com imenso prazer que escrevo a última postagem de 2009.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Jesus nasceu por amar você!


“E o Verbo se fez carne e habitou entre nós”
Evangelho do Apóstolo João 1.14

“A Si mesmo se esvaziou, tomando a forma de servo”
Epístola do Apóstolo Paulo aos Filipenses 2.7

Quem me acompanha há mais de um ano, sabe que no final do ano passado postei dois artigos em que eu defendia a não comemorarmos o Natal, e expliquei porque achava isso.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Louvemos ao Senhor

Esta é uma das minhas canções preferidas.

Na Igreja Batista, eu sempre gostava quando cantavámos ela e outras como Ouve-se o júbilo, Grande é o Senhor, Ao Único, Em Espírito e em Verdade, Alto Preço, Glória pra Sempre, etc.

Eu sinto falta de hinos assim na minha igreja. São canções lindas, de adoração ao Senhor, sem os modismos de hoje.

domingo, 20 de dezembro de 2009

Você conhece a Bíblia ? - Apócrifos


Quatrocentos anos depois do fim do Antigo Testamento o Novo Testamento começou a ser escrito. Entre esse período vários livros foram escritos, mas não são incluídos como parte das Sagradas Escrituras do Deus Vivo e Verdadeiro. E depois da conclusão do Novo Testamento outros livros ainda foram escritos, também sem inspiração divina.

Que livros são esses?
Eles são chamados de apócrifos.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Você conhece a Bíblia? - Malaquias


Malaquias é o 39º Livro da Bíblia, sendo o 17º Livro Profético e o 12º Profeta Menor. Malaquias significa “mensageiro”.
Contém 4 capítulos e 55 versículos.

31 versículos, ou 56 % do livro, são proféticos. De dezenove assuntos proféticos, cerca de metade são condicionais ou foram cumpridas nos tempos do Antigo Testamento.

Autor e Data

Alguns atribuem Malaquias a um escrito anônimo, considerado por alguns ter sido Esdras usando o pseudônimo Mal’aki (Meu Mensageiro). Mas consideremos o livro como escrito pelo profeta desse nome. Malaquias não é mencionado em nenhum outro lugar da Bíblia, mas, de seus escritos podemos aprender que ele teve um grande amor pelo povo de Judá e pelas cerimônias do Templo. É provável que tenha sido um contemporâneo de Neemias.