Pesquisar

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Enchendo-se do Espírito


Efésios 5.18,19
Não se embriaguem com vinho, que leva à libertinagem, mas deixem-se encher pelo Espírito, falando entre si com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando e louvando de coração ao Senhor (NVI)
Não se embriaguem, pois a bebida levará vocês à desgraça; mas encham-se do Espírito de Deus. Animem uns aos outros com salmos, hinos e canções espirituais. Cantem, de todo o coração, hinos e salmos ao Senhor. (NTLH)

1 – Dois corpos não podem ocupar o mesmo espaço.
2 – Deus não deu uma medida de quanto você pode se encher.
3 – O Avivamento já foi dado.
4 – O enchimento é contínuo.
5 – Encha-se do Espírito.
6 – Enchendo-se do Espírito sua vida é transformada.
7 – O enchimento tem um propósito.
8 – Coopere com o Espírito Santo.



1 – Dois corpos não podem ocupar o mesmo espaço.
Só se pode encher o que está vazio. Ninguém enche o que já está cheio. Você não pode estar cheio de duas coisas completamente diferentes ao mesmo tempo. Não há espaço para duas coisas.
Você só pode se encher do Espírito se se esvaziar das outras coisas. Tudo que está ocupando espaço, e quase certo não é de Deus. Coisas que nos atrapalham, ocupam nosso tempo (os versículos anteriores dizem para remirmos o tempo). Esvazie-se de si mesmo e se encha de Deus. Só pode se encher de Deus se primeiro jogar fora tudo o mais.
A botija da viúva – II Reis 4.1-7
Não há como se encher do Espírito se sua vida está dominada pelo ódio, pelo adultério, pela inveja, pela falação. Não há como se encher do Espírito se não se esvaziar daquilo que está enchendo teu vaso.

2 – Deus não deu uma medida de quanto você pode se encher. Não determinou uma medida diferente para cada um. Eu decido o quanto eu quero me encher do Espírito. Você é quem decide.
Is 55.1 Quem tem sede que tem que procurar água. Quem precisa que tem que procurar. Você bebe só um copo, três copos, dois litros, um garrafão, o quanto estiver com sede.
Você decide o quanto vai se encher de Deus. Se essa busca vai durar cinco minutos, dez, trinta, uma hora...
Há um avivamento disponível! Pra quem quiser! Você está disposto a estar diante do Trono para recebê-lo?

3 – O Avivamento já foi dado. Creia nele. Já aconteceu o Pentecostes. O Avivamento já foi derramado, está disponível. O Espírito não será dado hoje, Ele já foi dado há quase dois mil anos. Ele já está disponível desde aquele domingo.
Creia e receba do que já foi derramado em Atos 2 no Cenáculo. Aproprie-se da verdade de Deus e viva ela. É seu. É direito seu. Não só para os pastores, diáconos, líderes, mas para todos os filhos de Deus. É para todo aquele que crê, você é herdeiro, porque a promessa diz respeito a todos quantos o Senhor chamar (Atos 2.39). Você já teve o seu espírito vivificado e Ele passou a morar em você. Porque os discípulos receberam o Espírito quando Jesus soprou sobre eles antes de subir aos céus; mas foi derramado com poder dez dias depois da Ascensão, no Pentecostes. São duas ocasiões diferentes: você recebeu o Espírito quando foi salvo, mas você escolhe se vai querer buscá-Lo, se vai querer vivê-Lo.
Atos 28 termina com Paulo preso em Roma. Não tem um final, com ele morto ou solto. Mas mostra ele trabalhando. Decida ser participante de Atos 29. Você está escrevendo a história de Deus. Você decide ser participante do que Deus começou em Atos 2. Ninguém é obrigado a buscar o Senhor e encher-se do Espírito. É um direito, não um dever.
Apóstolo Luiz Hermínio: “A Igreja não tem problema de ignorância, ela tem problema de falta de apetite. Não falta alimento, falta fome, desespero, temor, paixão, falta atrair a Deus.”
Deus não quer encher só os ministros do altar. Ele quer encher você com poder do Alto. Você não precisa ter um cargo na igreja para exercer autoridade do Céu na Terra, para andar no Espírito. Não é só para alguns, é para toda a Igreja.
(Chegar atrasado às orações.) Não temos fome porque não achamos necessário buscar o Senhor. Não oramos muito porque não achamos importante. Pois para o que é importante nós arrumamos tempo.

4 – O enchimento é contínuo. Não é só uma vez na vida.
Maná – comer todo dia. Você não come só uma vez por semana ou por ano. Ou só uma vez na vida. Então, por que só queremos ser cheios uma vez na vida?
O fogo arderá continuamente sobre o altar, não se apagará (Lv 6.13). E é dever do sacerdote acender o fogo, todo dia (v. 12).
Quem não come ou bebe regularmente, morre! Se você não se enche do Senhor, você está morto espiritualmente. Se você não se alimenta do Senhor, você está como os ossos sequíssimos de Ez 37. Sl 100 “Entrai diante dEle com louvor e ações de graças”. É você quem entra. E oferece sacrifício (louvor, adoração). Devemos adorar (comer) todos os dias para conseguirmos viver. Ou você está de jejum de Jesus?
Ao menos aqui no culto... Porque não temos manifestações do Espírito em todo culto? Porque não buscamos, muito simples. “Nenhuma oração, nenhum poder; pouca oração, pouco poder; muita oração, muito poder”.
Você é sacerdote! É seu dever restaurar o altar, colocar a lenha e o sacrifício. Quem manda fogo é o Senhor! Só cairá fogo do céu se colocar sacrifício. Sem sacrifício não há fogo, não há glória.
Você não pode ter vida espiritual fora da Palavra!


Líquido evapora. A unção se esvai. A de mês passado já evaporou, como o óleo, azeite, se evapora, não dura para sempre. Tem gente que se enche apenas em épocas, e acha que esse enchimento vai durar para sempre. Se não for usada, ainda assim se acaba. É preciso ser diária.
Não extinga o Espírito. I Ts 5.19 Você o apaga porque não dá lugar para Ele, porque você não O busca.
Ministros precisam entender que precisam buscar o Senhor, porque não podem dar o que não tem.

5 – Encha-se do Espírito. V. 18 É uma escolha: se encher de uma coisa ou de outra. Não se encha do vinho, e claro que não é apenas da bebida que estamos falando. As outras coisas que falei no ponto 1 são o que o vinho representa. Não se encha de mentira, do pecado, das coisas deste mundo, de tristeza, de rancor, das coisas da carne. Não se entregue a essas coisas. Não se entregue a murmuração; em vez de ficar reclamando, esse problema é motivo para você se encher do Espírito. Em vez de ficar chorando por causa do problema, chore diante de Deus.
Não se encha do vinho, da bebida, do cigarro, da prostituição. Da inveja, da briga com o cônjuge, falar mal do pastor. Tantas coisas estão te enchendo e tomando o lugar de Deus. Não dos paliativos (coisas que servem como solução imediata/ou atenuante, mas não definitiva, para um problema, situação difícil), da mentira, do pecado, das coisas deste mundo. Não se embriague com essas coisas, porque elas não resolvem nada. Eles não podem te preencher.
O pecado te engana, mostrando uma falsa felicidade, que não resiste a nada. Por isso o apóstolo escolheu a imagem do vinho: que dá aquela alegria naquele momento, de diversão, mas no dia seguinte, traz a ressaca e acabou, passa, não persiste. Você só fica inchado bebendo deste mundo, não é saudável, não é bom. Você precisa ser cheio do Espírito!
Você tem a opção de escolher, se vai se encher dessas coisas ou de Deus. É sua opção ficar reclamando com os outros, na internet, ou ir apresentar suas dificuldades a Deus.

6 – Enchendo-se do Espírito sua vida é transformada. As mudanças reais só acontecem diante da Presença do Senhor. É adorando que Ele vai te mudando por dentro. Talvez não seja radical, no momento, mas vai acontecendo.
Adorando o Senhor você vai se tornando como o Senhor. Sl 115.8, II Co 3.18
Não há como ir adorando ao Senhor continuamente, e Ele não ir mudando seu interior. É buscando o Senhor que você vai sendo transformado.
Contexto de Efésios 5.18. 4.31,32, 5.1, e fala do casamento, pais e filhos, servos. Pois esse enchimento do Espírito com certeza vai resultar em sua vida, uma mudança notória, nos transformando em testemunhas para os outros. Pv 4.18 E essa transformação no caráter de Cristo só acontece buscando o Senhor, passando tempo com Ele.
É adorando que Ele vai mudando as tuas circunstâncias. Paulo e Silas na prisão. A adoração muda você, muda circunstâncias. Não é esse o objetivo da adoração; é entregar-se completamente a Ele, o Amado de sua alma. Mas mudanças são consequências.

7 – O enchimento tem um propósito. Não é pra você simplesmente encher, transbordar e estragar. Lembre que o líquido que não é usado se desfaz, evapora. Não é pra ficar inchado. Esse enchimento transforma tua vida e transforma você em um canal da vida de Deus para os outros.
Os Doze, antes do Espírito Santo, viviam brigando e discutindo, não queriam orar, não queriam jejuar, isso até aquele dia... Depois dEle vir, aprenderam a viver em unidade e a servirem em amor.
Nós precisamos da ajuda dEle para andarmos em oração, na Palavra, em santidade, para sermos crentes. Por isso nós oramos para Ele nos ajudar, porque não conseguimos sozinhos.

Você se enche do Espírito Santo adorando. v.19 Você não se enche do Espírito olhando para nossa cara, mas O buscando.
Tudo já foi feito, já foi conquistando, é direito seu. O Espírito Santo é direito seu. Custa colaborar um pouquinho?...

8 – Coopere com o Espírito Santo. Abra a sua boca e expresse a unção que você já recebeu. O Espírito já está em você! Abra a sua boca e se expresse.
Fale em outras línguas!!! Agora! Tenha fé e fale! Não pare pra pensar, apenas fale como falamos português.
Não é por seu merecimento, mas pelo que Ele é! Eu sou um exemplo... Se Ele pode fazer em mim, Ele pode fazer em você.
Isso é pra você, porque você é filho de Deus! É sua herança!
Seja cheio!


{Escrita em janeiro de 2015. Ministrei ela duas vezes em 2015, na Assembleia de Deus em Canutama​: na Betel, e no Acampa Jovem.}