Pesquisar

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Você conhece a Bíblia? - Ester



Ester é o último dos livros históricos, sendo o 17º livro da Bíblia. Possui dez capítulos e 167 versículos.

Na Bíblia Hebraica, Ester está nos Escritos (Ketubim). Era o último dos cinco livros numa coleção conhecida como Cinco Megilloth (rolos). Cada um desses cinco livros foi designado para ser lido publicamente numa das cinco grandes festas de Israel. Para facilitar, todos os livros eram colocados em um só rolo. Os outros quatro livros eram Cantares de Salomão, Rute, Lamentações e Eclesiastes. Ester era lido na festa de Purim, comemoração do grande livramento dos judeus que Deus realizou por meio da rainha Ester.

Apenas Ester 6.13 é profético,quando a esposa de Hamã prevê a queda dele.

Autor e Data

O autor é desconhecido. O livro foi escrito por um judeu que conhecia os costumes e a linguagem dos persas. Talvez Mardoqueu ou Esdras tenham sido o autor.

A data de sua escrita é possivelmente o século V a.C, talvez pouco depois de 465 a.C. Assuero (Xerxes I) sucedeu Dario I, em 485 a.C., e governou 127 províncias, desde a Índia até a Etiópia, durante 20 anos. Os judeus já tinham liberdade para voltar a Jerusalém há 50 anos, mas alguns continuavam na Babilônia persa. A história se inicia no terceiro ano de Xerxes.

Algo de Ester

Ester, o "romance da providência", é o único livro da Bíblia além de Rute que tem o nome de uma mulher. O livro registra a origem da Festa de Purim e preserva a memória do grande livramento dos judeus sob Xerxes, eventos que aconteceram entre o retorno de Zorobabel de Babilônia a Jerusalém (536 a.C.) e a chegada de Esdras (457 a.C.).

Embora o nome de Deus não seja mencionado abertamente, Sua proteção, orientação e cuidado providenciais são evidentes. Em 4.14 é insinuado por Mardoqueu a ação de Deus em ter colocado Ester no trono, especialmente para esse tempo de perseguição.

Os personagens principais são:
* Assuero - rei da Pérsia, o nome Assuero é a tradução hebraica de Khshayarsha, mais conhecido pelo nome grego Xerxes.
* Vasti - a rainha deposta.
* Mardoqueu/Mordecai - judeu benjamita exilado, o tio de Ester e oficial da corte, salva o rei de uma traição.
* Ester - criada como Hadassa e adotada pelo tio, a rainha que manteve sua origem judia inicialmente em segredo.
* Hamã - o agagita, provavelmente descendente de Amaleque e Agague (Nm 24.7; I Sm 15.1), grão-vizir do Império Persa, o homem mais importante depois do rei.

O rei, depois de sofrer várias derrotas, busca consolo em suas atividades no palácio. Foi por volta de 478 a.C., dois anos depois da derrota dos persas na ilha de Salamina. Num banquete, a rainha Vasti se recusa a aparecer perante os oficiais e por isso é deposta. Ester é escolhida como rainha depois de uma busca nacional. Por providência divina, Ester é posicionada para intervir conta um plano perverso de Hamã para destruir os judeus e, assim, salva seu povo.
Mardoqueu e Ester temiam a Deus, não a homens. Lembra-nos os apóstolos em Atos, que escolheram obedecer a Deus, não as ordens dos sacerdotes. Ele recusou-se a dar honras a Hamã. Ela arriscou sua vida por amor ao seu povo. Eles trabalharam em equipe, retratando a unidade que o Senhor pediu aos Seus discípulos.

Deus destrói aqueles que tentam prejudicar o Seu povo. Somos lembrados que Deus é fiel para destruir Satanás e que os propósitos soberanos Dele finalmente prevalecem.
Ester era submissa, dependente e obediente às autoridades instituídas. O Senhor também, durante seu ministério terreno, era submisso, dependente e obediente ao Deus Pai.
Ester abriu mão de seu direito de viver para salvar seu povo da morte, e por isso foi exaltada pelo rei. Jesus entregou Sua vida para que a humanidade pecadora fosse salva da morte eterna e foi exaltado por Deus (Fp 2.5-11).

O livro de Ester é uma ligação importante numa sequência de eventos que resulta na vinda do Messias.
A Festa de Purim ainda é celebrada anualmente do dia 13 ao dai 15 de adar (meados de outono no Hemisfério Norte).            

Fontes:
- Bíblia de Estudo Profética de Tim LaHaye;
- Bíblia de Estudo Plenitude;
- Bíblia de Estudo Almeida.

Esse pretenso estudo é apenas um resumo a partir de textos lidos, e, às vezes, algumas considerações minhas. Contudo, apesar de apresentar algumas ideias comuns a muitas correntes, vale lembrar que representa apenas uma pequena parte do grande universo de estudos bíblicos, com suas diversas interpretações do que concebemos como revelação e da diversidade de correntes cristãs.
Ainda reitero que em algum momento esse pequeno texto será revisado, e alterado, a depender do meu tempo e vontade.

Um comentário :

Regras:
Não ofenda, ameace ou xingue ninguém.
Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário.
Por favor, evite CAIXA ALTA ou erros de ortografia.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.

Agradeço a todos que comentam! Muito obrigado, o Ministério César Aquino Bezerra é feito com você!

Siga-me no Twitter e
curta nossa página