Pesquisar

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Mulher pode ser pastora?


Há vários e vários anos os evangélicos brasileiros discutem sobre esse assunto, e eu, apenas um jovem, tentarei expor a você porque eu creio que sim.

1º Mulheres exerceram autoridade no AT.

Mesmo sendo vilipendiadas no AT, ele ainda relata casos de várias mulheres que exerciam autoridade sobre os homens.

Raquel era pastora. Miriã era profetisa. Débora era juíza e profetisa. Hulda era profetisa, na mesma epóca em que Jeremias e Sofonias também o eram, mas foi à ela que foram procurar. A mulher de Isaías também era profetisa. E vários outros exemplos mostram que em alguns casos a mulher era respeitada como líder divinamente chamada.

2º Mulheres exerceram autoridade no NT.

Quem profetizou no templo ao ver o menino Messias? Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Além de mulher, velha e viúva.

Em Romanos 16:1, o próprio Apóstolo Paulo recomenda a Febe, que era diaconisa (serva) da igreja de Cencréia. E no mesmo capítulo (v. 7) fala de Júnia, uma eminente apóstola.

E em I Coríntios 11:5 ("Mas toda a mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta, desonra a sua própria cabeça, porque é como se estivesse rapada."), ele fala que a mulher pode profetizar. Como é que alguns capítulos depois ele as proibiria de falar na igreja? Se quem profetiza edifica a Igreja ("mas o que profetiza edifica a igreja" I Co 14:4), e uma mulher profetiza, então ela edifica a igreja, não? Se você é um dos que acha que profetizar é igual a pregar, então ela ensina a igreja, não?

A chave está na interpretação dos últimos versículos de I Co 14. No versículo 31 ele diz que todos podem profetizar. Isso incluiria as mulheres, não incluiria? E nos vs. seguintes ele fala de reverência no culto, e que por isso as mulheres devem interrogar a seus maridos em casa, para não causar constrangimento na igreja.
Quem sabe quais seriam as perguntas que elas queriam fazer na igreja? Alguém pergunta na igreja, quando o pregador está a ministrar, se masturbar, por exemplo, é pecado, mesmo que queira mesmo saber isso? Não né. É a mesma coisa.

E resta o caso mais importante:

Júnia.

Romanos 16:7 Saudai a Andrônico e a Júnia, meus parentes e meus companheiros na prisão, os quais se distinguiram entre os apóstolos e que foram antes de mim em Cristo.

O próprio Paulo reconhece ela como apóstola. E eminente apóstola. Importante apóstola.

Mas, você pode dizer que sua Bíblia é Júnias, né?

Algumas traduções da Bíblia como a Almeida Revista e Atualizada, Almeida Revista e Corrigida, Edição Contemporânea, Nova Tradução na Linguagem de Hoje e a Nova Versão Internacional mostram que Paulo chama aqueles dois sujeitos de apóstolos. Muitas versões como Almeida Revista e Atualizada juntamente com a Nova Versão Internacional e Almeida Atualizada, traz Júnias, e outras como a a Edição Contemporânea, Nova Tradução na Linguagem de Hoje, King James Version, Bíblia de Jerusalém e a Almeida Revista e Corrigida trazem o nome Júnia.

Dr. Russel Shedd, reconhece que o grego do texto não dá pra determinar se o nome é masculino ou feminino. Dr. Bart D. Erhman, um famoso teólogo liberal americano (que entre outras coisas, nega a inerrância das Escrituras), diz: “O problema com essa tradução (a que opta por Júnias) é que, enquanto Júnia era um nome feminino muito comum, não há indício no mundo antigo de Júnias como nome masculino”. O teólogo Carlos Alberto Chaves Fernandes faz referência a um pesquisador chamado Peter Lampe que encontrou 250 exemplos de Júnia no mundo antigo e nenhum de Júnias. E assim sendo, esse testemunho corrobora a afirmação do controverso Ehrman.

E, aliada a esta informação, deveríamos também não desprezar o testemunho patrístico de João Crisóstomo (354-407) que dizia ser Júnia uma irmã notável. E, o grande número de traduções em português, juntamente com a KJV, que trazem o feminino Júnia, não deveriam ser desprezadas.

Portanto, Júnia era mulher e apóstola.

Conclusão

Cristo não morreu só pelos homens. Mas também pelas mulheres. Por que então pretendemos excluí-las do ministério (serviço) cristão?
Ele fez todos nós sacerdócio real. Fez sacerdotisas também.

1 Pedro 2:8
Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.


* Referência no Pr. Zwinglio Rodrigues

2 comentários :

  1. A Paz do Senhor temos um exemplo escrito pelo apostolo Paulo em Colossenses cap.4 ver15 onde o mesmo cita a respeito de Ninfa e a igreja que está em sua casa, a palavra ninfa no grego koiné (o qual foi escrito a septuaginta ) pede ser traduzida por pastora ou igreja veja nota teologica deste versiculo na biblia de estudo plenitude sendo asim se Paulo manda saudar a Ninfa e a igreja entendemos que Ninfa éra a pastora da igreja em laodicéia tanto é que a igreja estava enm sua casa
    espero ter ajudado

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo comentário edificante amado.

    Quero corrigi-lo no fato do nome Ninfa.
    Na Grécia e em Roma, ninfa era o nome de divindades femininas que presidiam aspectos da natureza, como rios, árvores, mares, etc.

    Acho que você quis dizer que o nome Ninfa quer designar uma líder de uma congregação, uma pastora.

    Além disso, mesmo que a Septuaginta tenha sido escrita em grego, só continha o Antigo Testamento. Era o AT do Cristianismo.

    ResponderExcluir

Regras:
Não ofenda, ameace ou xingue ninguém.
Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário.
Por favor, evite CAIXA ALTA, miguxês ou erros de ortografia.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.

Agradeço a todos que comentam! Muito obrigado, o Ministério César Aquino Bezerra é feito com você!

Siga-me no Twitter e
Curta o Ministério no Facebook