Pesquisar

domingo, 5 de julho de 2009

Visitação de Deus

Por Neuza Itioka

A transformação da nação que tanto procuramos só acontecerá com a visitação sobrenatural de Deus. Uma presença extraordinária da parte Dele, presença essa, que toque todos os âmbitos e esferas da sociedade, é a condição de uma transformação. E, ela terá de começar com a sua igreja.

A fome desesperadora de Deus da parte da sua igreja é uma das condições para atrair a presença de Deus. E este desespero terá de começar no meio do que se diz ser povo de Deus, dos discípulos de Jesus Cristo, aqueles lavados no sangue do Cordeiro.

Interessante, que a história dos avivamentos nos indica que, a visitação de Deus começa pela periferia do Corpo de Cristo. Deus age no meio de pessoas anônimas, no meio dos desconhecidos, dos que não tem nome, dos humildes, no meio dos intercessores desprezados e esquecidos. É de lá que começou o mover de Deus de muitas histórias de avivamento.

Será que apenas a informação de que a transformação está ligada com a visitação ou presença sobrenatural de Deus é suficiente, para provocarmos algo? Cremos que não. A própria igreja, a começar pela liderança deve ser tocada profundamente por Deus, convencida pelo Espírito Santo de que precisamos desesperadamente Dele, da sua visitação sobrenatural.

O apóstolo Paulo disse que Ele é que realiza o querer e o efetuar. (Fl 2:13) Temos de pedir a Ele que nos dê a fome Dele mesmo. Estamos tão acomodados, com a nossa situação, incrédulos na possibilidade de uma visitação contundente e inquestionável de Deus, que temos que começar com o verdadeiro arrependimento.

Que a nossa oração pela visitação sobrenatural de Deus, atrai a Ele. Que Deus nos faça desesperados pela busca Dele! Que o nosso clamor alcance os céus!!

Tem que começar com o nosso arrependimento verdadeiro, pelo nosso conformismo, comodismo, imaturidade, egoísmo, materialismo que nos tem anestesiado. Arrependamo-nos para não perder o mover da história de Deus.




Apóstola Neuza Itioka é presidente do Ministério Ágape Reconciliação, coordenadora do Projeto Transformação Brasil, membra da Coalizão Internacional de Apóstolos e do Conselho Apostólico Brasileiro; há mais de 15 anos tem atuado no ministério de libertação e cura interior, tendo ministrado tanto coletiva como individualmente milhares de pessoas.

Ela coordena também no Brasil a Rede Internacional de Guerra Espiritual e a Rede Internacional de Intercessão Estratégica, ligada ao Global Harvest Ministries (Ministério Colheita Global, Dr. C. Peter Wagner). É autora de diversos livros sobre o tema de Batalha Espiritual.