Pesquisar

sexta-feira, 29 de maio de 2009

A verdadeira maneira de obter êxito

Zacarias 4:6
E respondendo-me, dizendo: Esta é a palavra do Senhor a Zorobabel, dizendo: Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos.

Zorobabel era o príncipe de Judá, encarregado da reconstrução do Templo do Senhor.
Esdras relata como os inimigos tentaram de tudo para retardar e impedir a reconstrução. Ageu e Zacarias profetizaram ao Israel que voltou do cativeiro a continuarem e não desanimarem.



Zorobabel é, assim, exortado a não confiar nos recursos do homem para realizar sua tarefa. Ele foi chamado para essa obra, e Deus lhe mostrou que devia depender do Espírito Santo para fazer a obra que lhe foi ordenada fazer.

Hoje, o santo templo de Deus, a Igreja, deve ser construído e sustentado não por riqueza, nem pelos membros, nem pela virtude, nem por simples força, mas pelo Espírito do Senhor.

A palavra força, em hebraico CHAYIL, tem ver com a força militar, um exército, com riqueza, valor, vigor e poder. Deus diz que a tarefa não será cumprida através da força de um exército, ou do poder muscular ou da força física dos trabalhadores; mas, pelo poder do Espírito de Deus.

Nada na nossa vida como cristãos podemos fazer sem o Espírito Santo. Dependemos Dele para tudo. Tudo mesmo. Não podemos ser auto-suficientes. Devemos ser dependentes Dele. Podemos até ter a força necessária para fazermos o que queremos, mas se não formos com Ele, de nada adiantará.

Quer uma prova?

Não podemos convencer ninguém a se entregar verdadeiramente a Jesus. Podemos pregar o Evangelho, ensinar, falar, mil vezes. Mas, se não estivermos debaixo da autoridade do Espírito, nossa pregação será ineficaz. Por mais eloquente que um pregador, um pastor, um ministro, um evangelista seja, sem o Espírito Santo ele pregará às moscas, pois os seus ouvintes o ouvirão, mas nada entenderão e não se renderão ao Cristo de Deus.

Não adiantará pregar três mil mensagens, pois por suas próprias palavras, por seu próprio poder, ninguém o atenderá.
Mas, no poder e na dependência do Espírito será diferente...
Jesus disse que é o Espírito que convence o pecador de que precisa aceita-Lo. (João 16:8)

I Coríntios 2:4

Nenhuma alma será salva, milagres não acontecerão, ninguém será batizado nas águas ou no Espírito, nenhum endemoninhado será liberto, nenhum doente será curado. Nada disso acontecerá por mim mesmo. Eu não posso fazer nada disso. Nem você pode. Por mais que queira.


Paulo disse isso no versículo citado acima:
“A minha palavra e a minha pregação NÃO se consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana; mas, em demonstração de ESPÍRITO e de poder."
ou "O meu ensinamento e a minha mensagem não foram dados com a linguagem da sabedoria humana, mas com provas firmes do poder do Espírito de Deus."
Não era o que Paulo dizia, ou ensinava, que salvava, batizava ou curava. Era o que o Espírito Santo fazia através dele. Ele era usado, mas não era ele que fazia.

Nós não podemos pregar sem a unção do Espírito Santo. Aliás, até podemos, mas não adiantará nada. Será apenas uma palavra vazia, sem vida, pois está sem o poder do Espírito Santo. Serão apenas palavras persuasivas de persuasão humana. Nada mais.

Não por nossa força, nem por nosso poder, mas pelo Espírito. Devemos depender exclusivamente do Espírito.

Mas, e a teologia, o estudo não adiantará nada? Não, se não for acompanhada da dependência do Espírito. É preciso unir o estudo e a aprendizagem da Bíblia à unção e dependência do Espírito Santo. Como já ouvi em umas mensagens: "O conhecimento unido com a graça."