Pesquisar

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Rio de Deus

Em Ezequiel 47, o profeta fala da visão que ele teve do Senhor.
Ele viu um rio que corria do Trono de Deus. Eram águas que lhe davam nos artelhos, depois nos joelhos, nos lombos e por fim eram águas que não se podia atravessar, porque eram profundas, águas que se deviam passar a nado, rio pelo qual não se podia passar.


1 DEPOIS disto me fez voltar à porta da casa, e eis que saíam águas por debaixo do umbral da casa para o oriente; porque a face da casa dava para o oriente, e as águas desciam de debaixo, desde o lado direito da casa, ao sul do altar.
2E ele me fez sair pelo caminho da porta do norte, e me fez dar uma volta pelo caminho de fora, até à porta exterior, pelo caminho que dá para o oriente e eis que corriam as águas do lado direito.
3 E saiu aquele homem para o oriente, tendo na mão um cordel de medir; e mediu mil côvados, e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos artelhos.
4 E mediu mais mil côvados, e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos joelhos; e outra vez mediu mil, e me fez passar pelas águas que me davam pelos lombos.
5 E mediu mais mil, e era um rio, que eu não podia atravessar, porque as águas eram profundas, águas que se deviam passar a nado, rio pelo qual não se podia passar.


E o que isso tem a ver conosco?

Primeiro, o Rio nos fala do nosso relacionamento pessoal com o Espírito Santo. Do tamanho do nossa intimidade com Ele. Temos visto muito de Deus agindo, mais são apenas gotas. Estamos no raso ainda, com águas pelos artelhos

O bom de se servir a Deus é que o nosso relacionamento com Ele não tem limites. Podemos ter muita intimidade com o Espírito Santo, mas nunca se chegará ao limite dessa intimidade.
Quanto mais mergulharmos, sempre vai haver mais. O Rio de Deus não tem fim, não tem limites, profundidade. Podemos conhecê-Lo.

8 Então disse-me: Estas águas saem para a região oriental, e descem ao deserto, e entram no mar; e, sendo levadas ao mar, as águas tornar-se-ão saudáveis.

Não importa como você esteja deserto, o Senhor pode te trazer vida.

12 E junto ao rio, à sua margem, de um e de outro lado....nos seus meses produzirá novos frutos, porque as suas águas saem do santuário; e o seu fruto servirá de comida e a sua folha de remédio

E às margens do Rio existiam árvores cujas folhas são remédio. Remédio para as suas feridas. Não importa o quanto você está ferido, Deus pode te curar. Feridas da sua alma,n o seu coração. Relacionamentos que deram errados, famílias destruídas, ministérios acabados, desilusão, e muito mais coisas podem ter te ferido...mas o Espírito Santo pode te curar.

Em Jeremias,aprendemos como chamar a Deus: Jeremias 33:3

Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes.

Se você quiser buscar a Deus, de verdade, Ele vai te responder.
Muitas vezes nós não recebemos porque não pedimos. Clame!!!

E em I Coríntios 2:9,10:
Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam.
Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus.


Você não pode imaginar o que Deus tem preparado pra você!

Então mergulhe, mergulhe, mergulhe nesse Rio!

Veja também:
Quebre as Represas
Você está vivo?
Clama a Mim