Pesquisar

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Pequenos Pensamentos 7 O Espírito Santo é Deus?

YHWH é o Deus Eterno, Santo, Poderoso, Rei, Senhor dos Exércitos. Com isso judeus e cristãos concordam. Em Pequenos Pensamentos 4, provamos biblicamente, principalmente com textos do Antigo Testamento, que Jesus, Yeshua, o Filho de Deus, é Deus. Com isso os verdadeiros cristãos concordam. Seitas (como as Testemunhas de Jeová), judeus, messiânicos e muçulmanos discordam totalmente. Mas qualquer um que leia a Bíblia não pode negar os fatos: Jesus Cristo é o Senhor.
Mas contra o Espírito também há pessoas sem o verdadeiro conhecimento que dizem que Ele não é Deus. Será, será mesmo?

Vejamos:


== O Espírito Santo é uma Pessoa ==

O Espírito Santo preexistia como a terceira pessoa da divindade, e nessa qualidade esteve sempre ativo, mas antes do Pentecostes em Atos 2, o Espírito descia sobre os homens apenas temporariamente, afim de inspirá-los para algum serviço especial, e deixava-os quando essa tarefa ficava terminada.
Após o dia de Pentecoste, por meio do Espírito Santo, Deus veio para habitar nos homens. Ele vem para permanecer. O dia de Pentecoste marcou o raiar de um novo dia nas relações entre o Espírito Santo e a humanidade. Ele veio para habitar na Igreja.

Testemunhas de Jeová negam a divindade do Espírito afirmando que nem sequer Ele é uma Pessoa, mas uma força impessoal.
Se o Espírito Santo é uma força impessoal, como Ananias pode ter mentido para Ele? Como Pedro pode chamá-Lo de Deus, em At 5.3,4? Se o Espírito não é uma Pessoa, e sim uma força impessoal, como Jesus disse que Ele pode ser blasfemado (Mt 12.31)? Se não é uma Pessoa como pode ficar entristecido (Ef 4.30)? Ninguém pode entristecer a lei da gravidade, ou fazer com que se o vento lamente.
Como uma força impessoal pode ter vontade (1Co 12.11)? Como uma força impessoal pode ter “mente”, já que Ele sonda (a mesma palavra usada em Jo 5.39) as profundezas de Deus e conhece a mente de Deus? Como uma força impessoal pode ensinar (Jo 14.26, 16.12-14; Ne 9.20; I Jo 2.20-22), ordenar (At 8.29, 13.2) e orar (Rm 8.26)?

A Bíblia usa coisas impessoais para descrever o Espírito, tais como água e fogo. Argumentam, por isso, que Ele não é uma pessoa. Devemos dizer, então, que Deus, chamado de “Fogo Consumidor”, é uma força impessoal?

O Espírito Santo fala (At 8.29; Gl 4.6). Apocalipse não diz que Ele fala às igrejas? Ele testemunha (Jo 15.26). Ele guia e conduz (Jo 16.13; At 16.6,7; Rm 8.14). Não foi Ele quem enviou Pedro à casa de Cornélio (At 10.19,20). Não foi Ele quem chamou e comissionou os apóstolos Paulo e Barnabé (At 13.2)? Não é o Espírito quem convence o mundo (Jo 16.8)?

Uma força impessoal pode fazer essas coisas? Portanto, o Espírito Santo é uma Pessoa Real.

== O Espírito Santo é Deus ==

O Espírito Santo é Deus. O Espírito Santo é uma Pessoa, e Ele é Deus (Atos 5.3, 4; 1 Coríntios 12.6,11). O Espírito é chamado de outro Consolador (João 15.26). Ele é mencionado com o Pai e o Filho na comissão para batizar (Mt 28.19). Ele é colocado num plano de absoluta igualdade com o Pai e o Filho na bênção apostólica (2 Coríntios 13.14). Como uma Pessoa, o Espírito Santo fala, envia, chama, guia, conforta (João 14:16, 17), regenera (Jo 3:8), ensina, intercede e pode ser entristecido.

Ele é Santo, Eterno (Hb 9.14), Onipresente (Sl 139.7–10), Onipotente (Lc 1.35), Onisciente (1 Co 2.10–11). Ele é a Verdade (I Jo 5.6), é o Espírito de Vida (Rm 8.2).

Não são poucos os textos em relação ao Espírito do Deus Vivo, mas como não quero que esse artigo seja longo, vamos fazer uma comparação?

Onipresente
Deus Pai Jr 23.24
Deus Filho Mt 28.20
Deus Espírito Santo Sl 139.7

Onipotente
Deus Pai Gn 17.1
Deus Filho Mt 28.18
Deus Espírito Santo Lc 1.35

Onisciente
Deus Pai I Pd 1.2
Deus Filho Jo 21.17
Deus Espírito Santo 1 Co 2.10

Criador
Deus Pai Gn 1.1
Deus Filho Jo 1.3
Deus Espírito Santo 33.4

Eterno
Deus Pai Rm 16.26
Deus Filho Ap 22.13
Deus Espírito Santo Hb 9.14

Santo
Deus Pai Ap 4.8
Deus Filho At 3.14
Deus Espírito Santo I Jo 2.20

Santificador
Deus Pai Jo 10.36
Deus Filho Hb 2.11
Deus Espírito Santo I Pe 1.2

Salvador
Deus Pai Is 43.11
Deus Filho II Tm 1.10
Deus Espírito Santo Tt 3.5

[Quadro Demonstrativo da Trindade de Jesus. CACP]

Eu sei que não é fácil explicar a Trindade. Muito menos aceitá-la. Em pouco espaço não dá pra fazer uma análise exegética dela.

Se o cristianismo fosse alguma coisa que tivéssemos inventado, naturalmente poderíamos torná-lo mais fácil. Mas não é. Não podemos competir em simplicidade com pessoas que estão inventando religiões. Como poderíamos? Estamos lidando com fatos. Naturalmente, qualquer um pode ser simples se não tiver que se preocupar com fatos. (C. S. Lewis)


[É verdade que essa comparação pode levar alguns a pensar que na verdade Deus é apenas Um, não três Pessoas, que age com nomes diferentes. Isso é chamado de unicismo. No próximo Pequenos Pensamentos veremos porque ele é impossível de ser verdadeiro.]