Pesquisar

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Pergunta: Porque Nabucodonosor atacou Jerusalém?


Nossa leitora Marcley Galvão, acessou a seção Perguntas? e fez a sua:

Porque Nabucodonosor invadiu Jerusalém e causou tamanha destruição, citada nas Lamentações de Jeremias?

Porque eles eram culpados. Deus os avisara. Nabucodonosor a Palavra.


Nabucodonosor II era o rei do maior império da época, o Império Babilônico, e reinou entre 605 e 562 a.C. Na verdade, nessa época ele era co-regente de seu pai Nabopolassar.

Jerusalém caiu em 18 de julho de 586 a.C. Nabucodonosor não atacou a cidade apenas por suas ambições imperialistas. Ele atacou Jerusalém porque era essa a ordem de Deus.

Deus não era mau com Seu povo.

A nação judia andava em pecado e totalmente afastada de Deus. Ele enviou profetas para anunciar ao povo que deviam se arrepender. O povo preferia continuar na idolatria e a desobedecê-Lo.

O Reino do Norte (Israel) caiu muitos anos antes, mas eles não atentaram ao aviso. Deus já avisara, através de Moisés, que a consequência da desobediência seria o cativeiro e o exílio (Dt 28.36). O capítulo de Deuteronômio 28, dos versículos 36 ao 68 mostra o que aconteceria se o povo desobedecesse ao Santo de Israel e se voltassem a deuses que não podem salvar.
Tudo o que acontece com o povo, já estava escrito centenas de anos antes de acontecer. Eles sabiam das consequências de seus erros, e não ouviram porque não quiseram.

Não só nesses, mas em vários versículos nas Escrituras, Deus diz que a deportação da Terra Prometida era inevitável se o povo se revoltasse contra o seu Criador e Rei.

Lamentações registra o castigo de Deus sobre sua esposa infiel. O sofrimento do povo era por causa da dureza de seu coração. Deus os amava e tentou mudar a situação. Ele os avisou, exortou a se concertarem, mas eles não quiseram. Depois da queda de Jerusalém alguns que sobreviveram e não foram levados para a Babilônia, acharam que tudo isso acontecera porque deixaram de sacrificar à Rainha dos Céus, um demônio que opera até hoje cegando multidões.

Tudo isso teria sido evitado se o povo se arrependesse. Jeremias, o profeta de Judá nos dias antes do cativeiro, disse que se eles se rendessem, seriam poupados. Mais uma vez, eles não quiseram ouvir a voz profética.

A cidade foi conquistada. O rei teve seus olhos vazados. Os filhos do rei, o sumo sacerdote e muitos dos principais líderes do Reino de Judá foram mortos. A cidade, as casas, os muros, tudo, foi destruído. O Templo do SENHOR foi destruído; os tesouros do Templo foram levados para Babilônia. O povo levado cativo. Jeremias, o profeta, liberto do cárcere. Aqueles que ouviram a Deus e se renderam, foram poupados.

Israel foi castigado. E Nabucodonosor foi o canal de Deus para o cumprimento da Sua Vontade. É claro que ele não foi bonzinho com o povo, e Deus já profetizara através de Jeremias e outros profetas que a Babilônia também cairia. Não só você, Marcley, mas o profeta Habacuque perguntou a Deus porque Ele castigaria seu povo pecador através de um povo mais ímpio ainda. Deus disse que os caldeus também receberiam a paga de seus feitos.

O Cativeiro doeu. Mas cumpriu seu propósito. O remanescente fiel, que voltou à Canaã 70 anos depois, voltou com o coração curado e livre da idolatria.

Faça também como a Marcley, e pergunte.
Acesse a seção "Contato" lá em cima e faça a sua que eu, do alto dos meus 18 anos de idade, tentarei te responder.